Decorando com arame!

Inspirada por essa chuva de letrinhas de tricô que anda aparecendo por aí… e unindo à minha falta de habilidade em tal arte, resolvi testar uma alternativa beeeeem mais fácil! Foi tão fácil que acabei me empolgando com o arame e suprindo uma outra falta de habilidade: cuidar de plantas (já já explico)!

Para fazer as peças você vai precisar:

Cola Quente . Arame . Corda de poliéster . Cordão fino (ou linha) . Alicate . Cola Branca (lindamente representada pq esqueci dela na hora da foto!)

Comece retirando o miolo da corda, para liberar espaço pro arame passar (é só puxar a cordinha de dentro, sai bem fácil). Passe o arame em toda a corda e comece a moldar a palavra que quiser (se não tiver habilidade, faça um molde impresso para te guiar). Finalize as pontas do corda com cola quente (para não desfiar e nem sair do lugar certo).

Bem fácil né? Existe dessa corda de todo tipo no mercado: lisa… colorida… mesclada… pode se jogar!! Se quiser fixar melhor a palavra, coloque um pingo de cola quente nas junções das letras.

Aproveitando o embalo da facilidade em trabalhar com arame, resolvi pegar um dos vários vasinhos vazios que tenho por aqui, e dar uma incrementada neles. Eu costumava ter algumas suculentas por aqui, mas por amor às plantas, tive que deixá-las na casa da minha mãe para dar uma chance delas sobreviverem… vão-se as suculentas, ficam os vasos! O jeito é inventar planta de mentira mesmo!rsrs…

Esse cacto também pode ser feito com corda, mas como eu não tinha a cor verde aqui em casa, resolvi encapar o arame com esse cordão fino que eu já tinha (dá pra encapar com linha de crochê ou tricô tb). Essa é a única parte que requer mais paciência no processo.
Usei cola branca para encapar o arame, pq a cola quente ficou soltando. Depois de todo encapadinho, é só moldar (mais uma vez, se precisar, use um molde para guiar o desenho).

Finalizei colocando pedrinhas (mas tb pode ser sal grosso) no vaso, elas vão servir para fixar o cacto e ainda deixam o vaso mais charmosinho!

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Faça você mesmo: Luminária Pendente, mais fácil do que você imagina!

O projeto de hoje eu aprendi no blog Homens da Casa. Namorava esse pendente há tempos, mas, além de não ter onde colocar no meu apartamento, nunca tinha chegado nem perto de fazer alguma coisa com fiação no meio! Depois de tantas dúvidas e consultas pela internet… resolvi fazer o passo a passo por aqui também. Afinal, nenhum passo a passo é igual ao outro, cada um tem o seu jeito de fazer e sua visão do todo… o importante é colocar a mão na massa!

Eu tive o prazer de “encaixar” esse pendente em um dos meus projetos (é o mesmo apartamento do cabideiro de cimento)… bom pra mim, bom pra cliente e bom pro blog. Vamos aos materiais:

  • 1 Canopla
  • 6 Boquilhas
  • 6 Ganchos com bucha para fixação no teto
  • 9 metros de cabo PP 2 vias
  • Fita isolante

A primeira coisa a fazer é planejar o pendente: corte os fios (cortei todos no mesmo tamanho) e defina a posição dos furos na canopla, geralmente ela vem com um furo só. Marque o local por onde os fios vão passar e fure com a furadeira (eu optei por não utilizar o furo que já existia no meio, deixando ele apenas para o parafuso de fixação no teto).

A dificuldade maior era entender o funcionamento de uma luminária, qual fio tinha que chegar onde… passando por onde… e como? …calma, não desespera, o google tá aí pra isso!rsrs
Pra entender tudo, o primeiro passo é desmontar as boquilhas. Em seguida, abra o cabo e separe os fios (são duas cores de cabos), deixando as beiradas completamente desencapadas. Você vai passar cada um desses fios em uma das “casinhas” da boquilha e apertar o parafuso, deixando bem presas. Remonte as boquilhas… e um lado da luminária já está pronto!

Encaixe todos os fios na canopla e repita o processo de abrir e deixar as beiradas desencapadas (seja mais generoso que eu no tamanho… ao menos 8 cm de fio desencapado).

Para facilitar o processo, separe os fios em duplas e una as cores iguais deles (azul com azul… preto com preto)… depois una todas as duplas, juntando todos os fios de mesma cor (azul com azul… preto com preto… bem explicadinho hein!?). Finalize passando fita isolante nessa junção dos fios. O pendente já está pronto!

Use os ganchos para fixar os fios no teto. Eu pintei os ganchos com spray preto para eles passarem despercebidos no teto.

Você pode montar a luminária de várias maneiras! Como ela é descontraída, não tem regra! As lâmpadas vão dar grande parte do charme dessa luminária. Aposte nas lâmpadas de filamento, são as mais bonitas do mercado. Outra ideia é brincar com os formatos das lâmpadas… pode colocar cada uma em um formato!

Para testar se o funcionamento do pendente estava ok e para fazer a instalação no teto, eu acabei pedindo ajuda. Não dá pra brincar com instalação elétrica, isso é muito sério! Então se você for como eu… que até então nem sabia o que era um cabo PP, também peça uma ajuda!

luminaria pendente

 

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Um vício chamado cimento…

Que eu sou apaixonada com cimento queimado não é novidade pra ninguém… mas como eu não sei dosar, agora quero cimento em tudo e pra todo lado, é difícil conter!!! As vezes eu tenho muitas ideias, mas não executo por falta de tempo ou por falta de lugar para “aplicar” as novidades. Eis que… surgiu um projeto bem legal pra fazer, onde a cliente me deu muita liberdade e confiança pra usar a criatividade!

Bolas cimento queimado

Uma das primeiras ideias foi colocar em prática um dos projetos ensinados pelos designers do Decora (sou muuuito viciada neles)… os cabideiros de cimento.

Cabideiro cimento

Para fazer, você vai precisar:

  • Bolinhas de piscina;
  • Estilete ou tesoura com ponta;
  • Mistura para cimento (1kg rendeu 3 bolinhas);
  • Parafusos 60mm e buchas (para fixação na parede);
  • Óleo ou vaselina.

A ideia inicial era fazer 5 bolinhas, mas no meio do processo resolvi seguir só com 3 mesmo… então relevem essas bolinhas extras nas primeiras fotos! Usei um suporte de ovos para as bolinhas não ficarem rolando de um lado pro outro… com ajuda de um estilete (ou tesoura com ponta), faça pequenos rasgos em formato de bola, por onde colocaremos o cimento e o parafuso.

Bolas cimento queimado

Em uma vasilha, misture o cimento até obter uma textura firme e homogênea. Coloque em um saco plástico, amarre e corte só a pontinha… pra transformar o saco em um biquinho para encher as bolinhas.

cimento queimado

Unte o interior das bolinhas com óleo, azeite ou vaselina e preencha com o cimento… vá dando leves batidinhas nas bolinhas para não formar bolhas de ar dentro delas. Em seguida, use um pregador para fixar o parafuso dentro da bolinha (afunde o parafuso pelo menos 2cm).

decorar cimento queimado

Espere secar por 24h e rasgue os plásticos das bolinhas… seu cabideiro já está pronto, agora é só usar a criatividade para escolher onde vai colocar.

bola de cimento queimado

Você também pode pintar as bolinhas ou fazer com tonalidades diferentes de cimento… o resultado sempre é lindo!

luminária pendente como fazer

Detalhes de um projeto feito com muito amor e mão na massa: lustre e cabideiros de cimento.

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Antes e Depois: Reformando o banquinho da infância!

Sabe aquelas lembranças de infância que te acompanham a vida toda? Pois é, quando era pequena, minha irmã tinha um banquinho de madeira feito pelo meu avô que era motivo de discórdia! …só Deus sabe o quanto eu desejava aquele banquinho!!! Não lembro bem pq ela tinha e eu não tinha, e se realmente era só dela, mas um dia chegou a minha vez e meu vô fez um banquinho pra mim tb… o meu foi bem mais moderno e resistente, tanto que está firme e forte nos dias atuais enquanto o dela nem tenho mais notícias (#castigodivino).

Casei, mudei e carreguei o banquinho comigo… mas ele andava meio pra baixo nessa casa em que nada escapa das minhas mãos e idéias!

Aproveitei um dia que fui pro sítio pra colocar em prática a reforma do banquinho, pq pintar uma coisinha ou outra com spray no apartamento até rola… mas um banquinho, o estrago ia ser geral!

Comecei lixando e lavando bem o banquinho… usei lixa d’água numero 180, só pra retirar as imperfeições e coisas não identificadas impregnadas no coitado!

Com ajuda do sogro, arranquei o azulejo mto bem colado por vovô.Em seguida, veio a parte divertida… spray, spray e mais spray! Usei um spray branco como base e depois dei umas 3 demãos de spray amarelo.

Depois de seco apliquei cola branca extra para fixar o azulejo e deixei secar 24 horas… Por fim, só coloquei pézinhos de borracha novos.

O resultado ficou um banquinho mais lindo e moderno ainda!!!

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Rabanada Repaginada!

Da lista dos doces de infância, a rabanada está entre os top 5 da vida! Apesar de adorar… quase nunca faço, aquela fritura toda sempre me deixou tensa (não que eu seja uma pessoa light, tá? …só achava meio pesado mesmo!). Até que em um dia de inspiração, resolvi procurar versões dela mais “lights” e acabei descobrindo a rabanada de forno, que fica muuuuito boa tb, mas acaba ficando meio xoxa sozinha… daí surgiu a ideia de incrementar um pouco e criar esse resultado incrivelmente gordo gostoso!

Comece preparando a calda (se tiver habilidade, dá pra ir fazendo tudo junto!rsrs). Você vai precisar:

250/300 gr de Morango . Suco de meio Limão . 1/2 xícara de açucar

Pique os morangos e leve ao fogo junto com o açúcar e o suco do limão, por aproximadamente 10/15 minutos (ou até dar uma boa engrossada). Reserve a calda.

Para a rabanada, vc vai precisar:

3/4 de xícara de leite . 2 ovos . 1/2 lata de leite condensado . 3 cálices de licor de Marula . 1 pitada de Noz Moscada . 3 pães de sal

Misture os ovos, o leite condensado, o licor de Marula e a noz moscada. Despeje em um tabuleiro o coloque os pães fatiados com a espessura de aproximadamente 1 dedo. Deixe descansar por 10 minutos (5 minutos para cada lado), o caldo vai ser praticamente todo sugado. Em seguida, leve ao forno médio por aproximadamente 8 minutos de cada lado (ou até dourar).

Por fim, empane as rabanadas ainda quentes no açúcar e canela.

Com a rabanada e a calda ainda quentes, sirva com o sorvete de sua preferência… eu coloquei com sorvete de macadâmia (não tem erro!). Rendimento: 7 a 8 porções.

Pra quem tem preconceito com a coitada da rabanada, vale a pena dar essa chance pra ela… juro que fica ótimo!!!

Animando a Páscoa dos pequenos!

Uma das melhores lembranças de páscoa que tenho é acordar no domingo cedo pra procurar os ovos que o coelhinho deixou pela casa… e inspirada por esse clima nostálgico, vou mostrar um passo a passo bem simples pra dar uma animada na caça aos ovinhos!

Pode funcionar como as meias de natal que deixamos pro papai noel colocar os presentes… só que no caso, o coelhinho que vai deixar os ovinhos… ou então, pode ser usada pra criançada ir guardando os ovinhos a medida que eles vão sendo encontrados pela casa!

Para fazer vc vai precisar:

Saquinhos de Juta . Tinta para Tecido . Caneta Permanete . Radiografia . Tesoura/Estilete . Molde

Pegue o saquinho de juta e coloque um papel dentro para a tinta não passar pelos buraquinhos e fazer bagunça. Se quiser deixar mais personalizado escreva o nome da criança (aqui usei uma régua, mas pode ser feito à mão tb!).

Para fazer o stencil, use alguma radiografia inutilizada, pois elas resistem muito bem à tinta e podem ser lavadas para usar novamente. Imprima em uma folha alguns contornos com o desenho desejado e em seguida faça a marcação do desenho na radiografia. Corte com tesoura de ponta ou estilete.

Com a ajuda de uma esponja (pode ser um pedaço da parte amarela dessas buchas de cozinha), espalhe a tinha pelo stencil.

Super fácil de colocar em prática e animar ainda mais a páscoa!

Sigam o blog no Instagram: @EUDOUADICA

No clima da Folia

Ano passado já ensinei a fazer uma delicada coroa de flores (AQUI)… mas pra quem já enjoou, esse ano bateu mais inspiração e teremos 3 dicas pra quem curte fazer seus próprios adereços!

Dica 1: Arco de Gatinha

Arco GatinhaDiscreto, delicado, fácil de fazer e nunca sai de moda!rsrs…

Você vai precisar:

Arco . EVA . Cola Quente

Arco . EVA . Cola Quente

Desenhe as orelhas no verso do EVA, corte e cole as pontas da orelhinha com cola quente.

Passo a passo

Verifique a posição certa para colar no arco. Comece colando só a base da orelha, e por fim, cole as laterais.

PAP

Mais fácil impossível… e não se prenda a esse modelo! Use a criatividade com outros tecidos, use aplicações de pedras ou pérolas… fica show!

Inspirações

Imagens retiradas do Google

Dica 2: Headband de Flor

Headband flor

Pra quem continua amando uma florzinha, mas quer uma variação para a coroa de flores! Suuuper fácil de fazer também (talvez a mais fácil das dicas de hoje!).

Você vai precisar:

DIY flor

Faça uma trança bem grande (calcule um tamanho para dar duas voltas na cabeça). Em uma das extremidades dê um nó simples (deixando sobrar uma franja bem grande) e na outra extremidade dê um nó de forma que fique um elo (você vai encaixar essa franja no elo e ajustar no tamanho da sua cabeça).

DIY carnaval

Essa é a melhor ideia pra quem tá sem tempo pra fazer algo elaborado! E as opções tb são infinitas, basta uma pesquisa no google pra achar várias inspirações!

Looks

Imagens retiradas do Google

Dica 3: Palhacinha

Fantasia Palhacinha

Super fácil também, só exige um pouco mais de tempo e paciência para executar… mas o resultado fica tãããão fofo que compensa demais! Vou mostrar por partes.

Para a saia você vai precisar:

DIY Saia Tule

Tule de várias cores . Elástico

Se souber o mínimo de costura, costure uma ponta do elástico na outra… mas se isso for tenso pra vc, use um alfinete para juntar as pontas que tb dá certo! Depois corte o tule em tiras (pode variar de acordo com o tamanho de saia) e comece a montar a saia intercalando as cores.

Saia Tutu

Para a gravata você vai precisar:

Marerial DIY

Tecido de Paetê . Feltro . Cola de Tecido . Alfinete

Corte um retângulo no tecido de paetê para fazer a gravata (aproximadamente 25cm x 20cm), e corte um retângulo menor no feltro (para dar sustentação para a gravata). Depois vá colando aos poucos, como se estivesse embrulhando o feltro.

Gravata

Corte uma tira fina do tecido de paetê para ser o nó da gravata. Passe ao redor da gravata e cole para ficar firme. Encaixe o alfinete na parte de trás da gravata, bem no meio, esse alfinete vai servir para deixar a gravata mais presa e ainda, será nele que você vai prender uma fita para poder amarrar a fita no pescoço.

DIY Fantasia

Para o chapéu você vai precisar:

Chapéu

Arco . EVA . Cola Quente . Fitas para enfeitar

Corte dois círculos e uma faixa no EVA e cole fazendo o formato de um chapéu, com ajuda da cola quente. Enfeite com fitas, miçangas ou o que tiver disponível em casa! Para finalizar, faça dois cortes no fundo para passar o arco.

Chapéu

DIY Palhaço

Fala se não ficou lindo???

Essa saia de tule é fácil, barata e versátil… com essa mesma ideia vc pode criar várias outras fantasias, dá só uma olhada!

Saia Tule

Imagens retiradas do Google

Sigam o blog no Instagram: @EUDOUADICA!

OBS: Algumas dessas fotos foram retiradas da internet, portanto não foi possível dar o devido crédito a cada uma delas. Caso encontre uma foto de sua autoria ou considere seu uso impróprio, favor entrar em contato no email: malu_fuertes@yahoo.com.br. Obrigada!

A saga do tapete… =(

Era pra ser um post feliz de passo a passo arrasador (já que o blog tá devagar quase parando!), mas como nem tudo na vida dá certo… só vim mostrar minha cagada o resultado pra você não fazer igual!

Sempre que posso, tento deixar os detalhes da casa com mais personalidade… já falei várias vezes que são os detalhes que fazem a diferença na decoração! Precisei de um tapete simples pra minha área de serviço, e depois que comprei, cheguei a conclusão de que era simples demais!rsrs…
Depois de uma personalização super fácil, ele ficou simples, bonitinho… mas ordinário (calma que já explico!)!

...parece que deu certo, mas só parece!

…parece que deu certo, mas só parece!

Talvez eu seja a maior culpada do desastre, já que usei (reaproveitei né!?) um tapete emborrachado, impermeável e que não permitiu uma boa aderência da tinta spray…

Tapete . Fita crepe de várias larguras . Spray

Tapete . Fita crepe de várias larguras . Spray

De qualquer forma, o “espírito da coisa” foi legal e você pode aproveitar o passo a passo em qualquer tapete de tecido ou com material mais absorvente. É só pensar no desenho que vai formar e planejar as etapas. Eu escolhi fazer uma estampa chevron imperfeita (mais fácil!rsrs). Com ajuda da fita crepe fiz as marcações e fui tingindo as lacunas com spray.

Montagem DIY

Ficou pronto bem rápido e achei super charmoso, masssss… a tinta não aderiu direito e o tapete ficou pegajoso, parecendo melado e sempre que alguém pisa, dá uma leve grudada no tapete. Esperei umas 2 semanas pra ver se o problema ia amenizar… e nada! Ou seja, o tapete não vai secar completamente e a tinta e vai continuar grudenta, consequentemente, não deve durar muito tempo… =(
…boa desculpa pra ir pensando em um próximo DIY com tapetes!

Sigam o blog no Instagram: @EUDOUADICA

DIY: Porta tudo!

Eu sou a louca dos potes… sempre que vejo potencial em algum pote vazio, guardo pra ver o que faço depois…

Potes Vazios

Já usei garrafas de suco pra decoração, lata de leite em pó como vaso de flores, vidros de geléia como porta temperos e a lista nunca acaba!

Meus materiais de trabalho e estudo são muitos e não existe porta-lápis que aguente tanta coisa… então o jeito foi criar algum pra me aguentar.

Porta lápis

Simples, barato e muuuuito prático pra manter td que preciso por perto!

Vc vai precisar:

Base para o “porta-tudo” . embalagens vazias . cola quente . spray

Marque a posição que os potes ficarão e use a cola quente para fixá-los na base de MDF… espere secar.

DIY

Vá passando o spray na cor desejado aos poucos para a tinta não escorrer… 2 demãos são suficientes!

Spray

Nem precisava de passo a passo… mas fica aí de incentivo pra mostrar que realmente é fácil =)

Porta-lápis

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Cataratas do Iguaçu: Lado Brasileiro

Depois de conhecer o lado argentino das cataratas, a responsabilidade do lado brasileiro ficou pesada!rsrs…

Rivalidades à parte… cada uma tem o seu charme! A vista, localização e atrativos são bem diferentes, mas ainda assim… acho imprescindível conhecer os dois lados e tirar suas conclusões.

Parque Cataratas

O lado brasileiro é de cara mais organizado… você chega, compra o ingresso, entra num ônibus que vai “falando” sobre o trajeto e atrações (em português e inglês), não tem que ficar atrás de informações, como no lado argentino.

Cataratas Iguaçu

Por outro lado, não existem muitos atrativos, não existem tantas opções de trilhas (nem precisa levar kit tênis + lanche + mta água)… mas as vistas, são de tirar o fôlego!

Foz do Iguaçu

O caminho é super tranquilo e acredito que seja a melhor opção para quem vai com família, pessoas idosas ou com maior dificuldade de locomoção. Vá preparado pra se molhar, as passarelas passam bem próximas as quedas, dá pra refrescar bastante!

E a sensação de ver tanta água continua indescritível…

Cataratas do Iguaçu

O parque tem uma boa estrutura de lanchonetes, nenhuma lotada… mas em compensação, os preços são como os da maioria desses tipos de locais: altos! Existe um restaurante muito bem recomendado, com vista para o Rio Iguaçu, o preço é único por pessoa (R$58) somente com a comida incluída, vale a pena para quem vai na hora do almoço… não foi o nosso caso! Se for ficar pelas lanchonetes, fique de olho nos quatis ladrões de comida!rsrs

quatis

Acabamos não indo no passeio de barco do lado brasileiro (Macuco Safari) pelo fato de já termos feito o passeio no lado argentino… mas pelo que observei, a diferença entre eles é o nível de aventura, o lado argentino vai em mais quedas e é um pouco mais ousado que o brasileiro.

Cataratas Brasileiras

Sigam o blog no Instagram: @EUDOUADICA