Cataratas do Iguaçu: O lado Argentino

Resolvemos ir pra Foz do Iguaçu quase que de uma semana pra outra… com isso, não tivemos muito tempo pra pesquisar o lugar. Entre um site e outro… definimos algumas prioridades e uma certeza: tínhamos que conhecer o lado argentino e o brasileiro das cataratas!

Fomos meio na contramão da maioria, e escolhemos visitar o lado argentino primeiro. Vimos que lá tem várias opções de percursos, alguns deles levam um bocado de tempo, então o ideal é ir sem chuva… como no nosso primeiro dia, a previsão do tempo estava boa, aproveitamos pra ir sem riscos!

ArgentinaA intenção era alugar um carro, mas esquecemos do detalhe que era carnaval, daí a locadora não conseguiu emitir a carta verde que é necessária para atravessar a fronteira Brasil/Argentina. Na ida pra locadora, o taxista comentou que levava até as Cataratas Argentinas por R$200 ida e volta… e depois que não conseguimos alugar o carro, quase bateu um desânimo por conta disso… Eis que no caminho de volta pro hotel, pegamos um outro táxi, que ofereceu o serviço a R$130 ida e volta… aproveitamos e já seguimos dali mesmo direto pras Cataratas!

Todos aconselharam a levar água e lanche para as trilhas do parque, a água lá é bem cara e as lanchonetes quase sempre cheias. Outro item que muita gente falou, foi repelente… eu esqueci e quase morri quando descobri isso, mas no fim deu tudo certo e não levei nenhuma picadinha sequer! Aliás… um bicho estranho, mistura de abelha com besouro resolveu entrar na minha blusa e depois de travarmos uma mini batalha, ele me picou e acabei matando ele em seguida… ardeu pra caramba mas ficou só nisso! …nesse caso o repelente não ia adiantar mesmo!

Chegamos no parque e já fomos direto comprar o ingresso para o Aventura Náutica, que são aqueles barquinhos que vão até debaixo das quedas da catarata. É bom comprar com uma antecedência de 2 horas do passeio, assim dá pra ir fazendo a trilha até lá com calma.

Sendero

São duas trilhas para chegar até o local de onde saem os barcos: Trilha Verde (Sendero Verde) + Trilha Inferior (Sendero Inferior). A trilha verde pode ser eliminada, se você optar por ir de trenzinho… mas a fila é tão grande e o caminho tão pequeno… que não vale a pena! Você pode escolher seguir pela a trilha comum (com várias escadas) ou pela trilha acessível (toda de rampa).

trilhas

A trilha é cheia de paisagens lindas e em alguns trechos você passa por cima de algumas quedas d’água. O caminho é cansativo, mas nada tão exagerado quanto eu tinha lido em alguns lugares!

Cataratas

Alguns pontos são bem disputados pra fotos e a cada passo, uma paisagem de tirar o fôlego.

cataratas

Chegamos no ponto de embarque do Aventura com certa antecedência e acabamos conseguindo adiantar nosso horário. Eu tinha ouvido falar que o barquinho do lado argentino era mais adventure… só não sabia o quanto!rsrs…

aventura

O passeio de barco é IN-CRÍ-VEL e IM-PER-DÍ-VEL… com letra maiúscula e tudo! Dá mto medo olhar de baixo aquele mundo de água caindo na sua cabeça, mas ao mesmo tempo é mto divertido também.

barco aventura

Depois de sair encharcado do passeio, é hora de voltar o caminho todo e partir pra próxima trilha: a Superior. Essa trilha é mais longa, porém quase toda reta.

parque iguazu

Mais uma vez… paisagens de tirar o fôlego! Inacreditável o tamanho dessas cataratas.

quedas cataratas

A trilha é tranquila mas o calor judia, então um chapéu vai bem pra ajudar a aliviar!

O último e mais famoso passeio do parque é a “Garganta do Diabo”. Para chegar lá, não tem jeito… tem que pegar o trenzinho lotado! A fila é quase sempre grande mas até que flui bem!

iguazu

Depois do trem, para chegar na garganta do diabo, anda mais um bocado… a essa altura, debaixo de tanto sol e com muito calor, você só pensa em querer voltar pro barquinho e ficar encharcada de novo!

trilha garganto diabo

natureza

Pássaro lindo que encontramos pelas poucas sombras do caminho!

Chegando na Garganta… É muita água… muita mesmo! Indescritível a sensação de ver aquilo tudo!

garganto do diabo

Lindo e assustador!

garganta del diablo

Para voltar é o mesmo esquema: caminhada + trem lotado. Na saída do parque tem algumas lojas que vendem souvenirs, tem a famosa sorveteria Freddo, tem Havanna… calorias merecidas depois de um dia de caminhada.

freddo

DICAS E OBSERVAÇÕES:

  • Ingresso para o parque 200 pesos. Aventura Náutica: 350 pesos (aproximadamente 110 reias – é mais barato que o passeio do lado brasileiro, que custa R$198). Aceitam pagamento em reais.
  • Chegamos por volta de 9h e saímos por volta das 16h… sem correrias!
  • Se for fazer todas as trilhas, vá de tênis, nem todos os caminhos são de passarelas e retos… como a caminhada é grande, ajuda a cansar menos.
  • Muitas mulheres vão de biquíni por baixo da roupa e na hora do passeio de barco ficam só de biquíni… boa opção pra quem não quer molhar a roupa.
  • Para fazer o passeio, te entregam um saco protetor para seus pertences… nada muito confiável, portanto, aconselho uma sacolinha pros itens mais queridos!
  • O parque é lotado de Quatis, tanto no lado argentino quanto no brasileiro… são folgados como todos os quatis, tem que ficar esperto com a comida!

arco-íris

Sigam o blog no Instagram: @EUDOUADICA

Anúncios

Um comentário sobre “Cataratas do Iguaçu: O lado Argentino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s