DIY: Vasos de Cimento na Decor!

Decoração também segue moda e tendência… a bola da vez é o cimento, ele está cada vez mais presente no chão, parede, objetos e até móveis! Quem me acompanha, já sabe do meu vício por ele e já viu algumas ideias aqui e aqui!
A ideia de hoje é simples, e como sempre, a sua criatividade é que vai te guiar! Você vai precisar basicamente de cimento e molde para sair decorando a sua casa com vasinhos lindos!

Aqui eu trabalhei com triângulos, mas você pode ousar e partir pros hexágonos, losangos… é só se jogar no combo papelão + fita adesiva + criatividade pra criar o seu próprio molde! O primeiro passo é cortar uma base com um triângulo equilátero (no meu caso: lados de 7 cm), em seguida, corte retângulos com a mesma largura do triângulo (7 cm tb!), a altura você define… pode variar de vaso pra vaso para criar um efeito visual legal!

Passe a fita adesiva em cada uma das peças. Depois, também com a fita adesiva, una todas as peças certificando-se de que as beiradas ficaram bem vedadas. Unte as formas com óleo ou vaselina (para facilitar a retirada do vaso depois de seco) e despeje o cimento.

Como fiz as peças mais estreitas e para serem usadas com plantas artificiais (não me julguem…), não foi necessário dar muita profundidade na parte interna do vaso. Criei o “buraco” para as plantas com uma rolha (tb untada), pois a retirada dela é bem fácil depois de seco (só puxar com um saca rolhas!). Como a rolha é leve, tem a tendência de subir, então para ela não se movimentar, também prendi ela com fita adesiva.

Espere secar e retire o vaso dos moldes (só cortar a fita adesiva com um estilete). O tempo de secagem varia de peça pra peça, eu costumo esperar no máximo 24 horas pq é bom ainda ter um pouco de umidade ao retirar o vaso, fica bem mais fácil para consertar as imperfeições. Não… o seu vaso ainda não está pronto! Nem sempre ele vai sair todo lindo de dentro do molde. Costumam ficar algumas “rebarbas” de cimento nas beiradas, para eliminá-las, é só lixar.

Se quiser o vaso lisinho… já está pronto! Mas se quiser dar uma alegrada nele, agora é a hora da fita crepe + spray. Com a fita crepe, faça a demarcação do desenho que você quer no vaso, tomando cuidado para deixar o restante bem tampadinho. Passe o spray e espere secar para retirar a fita crepe…

Agora sim… pode espalhar os vasinhos pela casa!!!

BÔNUS:

Lembram dos cabideiros de cimento??? Você pode usar esse mesmos moldes para fazer cabideiros em formatos diferentes… ficaram lindos em forma de triângulo também!

DICAS:

  • Apesar de todas as embalagens de cimento indicarem uma proporção de água, eu gosto de acrescentar mais água para deixar a massa mais fácil de ser trabalhada, como o objetivo aqui é para decorar, não tem problema alterar a composição do cimento.
  • Quando for fazer o espaço interno do vaso, tenha cuidado para não deixar as bordas do vaso muito finas, depois de secos, podem quebrar facilmente (experiência própria!rsrs)

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

 

Anúncios

Decorando um chá de bebê com ideias simples!

Já se foram as fases de formaturas e casamentos… os chás de bebês estão invadindo a minha vida!rsrs… e claro que “Tia Malu” não ia deixar passar em branco um momento lindo desses! Eu amo a memória das minhas festas infantis, cheias de detalhes feitos à mão. Então, toda vez que ajudo em algum evento, tento deixar isso bem evidente. Objetos da nossa casa mesclados à uma decoração com itens feitos à mão e outros itens encontrados prontos no mercado trazem personalidade e aconchego para o evento.

O tema escolhido para festejar a chegada da Duda foi pássaros. Os pássaros sempre estiveram presentes na vida da família da mãe e tem um significado todo especial… responsabilidade dar conta do recado!
Para deixar a mesa bem descontraída, usamos pratos e boleiras de vários modelos e alturas, e acrescentamos alguns enfeites entre eles (vasos de planta e passarinhos de porcelana).

Encomendamos alguns cupcakes e bombons decorados pra criar um efeito visual legal, mas vocês vão perceber que a maioria dos docinhos é caseira mesmo!

Espalhamos alguns dos doces decorados diretamente na mesa (pq já são mais vistosos e atraem atenção naturalmente). Escolhi alguns tecidos com cores do tema e forrei algumas caixas de MDF. Isso é legal pra aproveitar as diferenças de alturas das tampas e fundos das caixas para expor os doces pela mesa.

Para deixar o tema em evidência, fiz casinhas de passarinho. Foram feitas com papelão, tecido e cola branca… tudo sem molde, bem no olhômetro mesmo! Ainda acrescentei alguns passarinhos feitos de biscuit (comprei a massa pronta e só modelei).

Além dos passarinhos pela mesa, o topo de bolo foi um ninho com os passarinhos e um ovinho também de biscuit.

Dois detalhes que fizeram sucesso foram as fraldinhas e sapatinhos usados como forminha para alguns docinhos. Não tem como não achar fofo… deixam a mesa mais linda e delicada ainda. O melhor de tudo: são fáceis e baratos de fazer, olha só:

Para fazer o sapatinho você vai precisar:

Posicione o copo e o algodão no centro do tecido, coloque um pingo de cola quente abaixo do sapatinho pra ele não “escorregar” pelo tecido e um pingo de cola quente na primeira pontinha de tecido que você vai dobrar. Se quiser, não precisa usar a cola quente (eu gosto de colocar para deixar tudo mais firme e com menos chances do sapatinho desfazer). Termine a dobradura e finalize amarrando a fita de cetim (só nessa parte que você vê que deu certo e ficou bonito… antes disso, fica meio estranho mesmo!rsrs).

O sapatinho pode ser usado como decoração na mesa ou até mesmo como lembrancinha do chá.

A fralda é ainda mais fácil, você só vai precisar de tecido (quadrados de 9 x 9cm) e alfinete. Dobre ao meio, faça a dobradura de uma fralda e finalize prendendo com o alfinete.

Por fim, uma dica que já apareceu por aqui… reaproveitamento dos potinhos de papinha! Coloquei um tecido bem delicado na tampa e espalhei os potinhos pela mesa (mais um item que decora e também serve como lembrancinha!).

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Comentem, curtam e compartilhem as ideias com os amigos!

Decorando com arame!

Inspirada por essa chuva de letrinhas de tricô que anda aparecendo por aí… e unindo à minha falta de habilidade em tal arte, resolvi testar uma alternativa beeeeem mais fácil! Foi tão fácil que acabei me empolgando com o arame e suprindo uma outra falta de habilidade: cuidar de plantas (já já explico)!

Para fazer as peças você vai precisar:

Cola Quente . Arame . Corda de poliéster . Cordão fino (ou linha) . Alicate . Cola Branca (lindamente representada pq esqueci dela na hora da foto!)

Comece retirando o miolo da corda, para liberar espaço pro arame passar (é só puxar a cordinha de dentro, sai bem fácil). Passe o arame em toda a corda e comece a moldar a palavra que quiser (se não tiver habilidade, faça um molde impresso para te guiar). Finalize as pontas do corda com cola quente (para não desfiar e nem sair do lugar certo).

Bem fácil né? Existe dessa corda de todo tipo no mercado: lisa… colorida… mesclada… pode se jogar!! Se quiser fixar melhor a palavra, coloque um pingo de cola quente nas junções das letras.

Aproveitando o embalo da facilidade em trabalhar com arame, resolvi pegar um dos vários vasinhos vazios que tenho por aqui, e dar uma incrementada neles. Eu costumava ter algumas suculentas por aqui, mas por amor às plantas, tive que deixá-las na casa da minha mãe para dar uma chance delas sobreviverem… vão-se as suculentas, ficam os vasos! O jeito é inventar planta de mentira mesmo!rsrs…

Esse cacto também pode ser feito com corda, mas como eu não tinha a cor verde aqui em casa, resolvi encapar o arame com esse cordão fino que eu já tinha (dá pra encapar com linha de crochê ou tricô tb). Essa é a única parte que requer mais paciência no processo.
Usei cola branca para encapar o arame, pq a cola quente ficou soltando. Depois de todo encapadinho, é só moldar (mais uma vez, se precisar, use um molde para guiar o desenho).

Finalizei colocando pedrinhas (mas tb pode ser sal grosso) no vaso, elas vão servir para fixar o cacto e ainda deixam o vaso mais charmosinho!

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Faça você mesmo: Luminária Pendente, mais fácil do que você imagina!

O projeto de hoje eu aprendi no blog Homens da Casa. Namorava esse pendente há tempos, mas, além de não ter onde colocar no meu apartamento, nunca tinha chegado nem perto de fazer alguma coisa com fiação no meio! Depois de tantas dúvidas e consultas pela internet… resolvi fazer o passo a passo por aqui também. Afinal, nenhum passo a passo é igual ao outro, cada um tem o seu jeito de fazer e sua visão do todo… o importante é colocar a mão na massa!

Eu tive o prazer de “encaixar” esse pendente em um dos meus projetos (é o mesmo apartamento do cabideiro de cimento)… bom pra mim, bom pra cliente e bom pro blog. Vamos aos materiais:

  • 1 Canopla
  • 6 Boquilhas
  • 6 Ganchos com bucha para fixação no teto
  • 9 metros de cabo PP 2 vias
  • Fita isolante

A primeira coisa a fazer é planejar o pendente: corte os fios (cortei todos no mesmo tamanho) e defina a posição dos furos na canopla, geralmente ela vem com um furo só. Marque o local por onde os fios vão passar e fure com a furadeira (eu optei por não utilizar o furo que já existia no meio, deixando ele apenas para o parafuso de fixação no teto).

A dificuldade maior era entender o funcionamento de uma luminária, qual fio tinha que chegar onde… passando por onde… e como? …calma, não desespera, o google tá aí pra isso!rsrs
Pra entender tudo, o primeiro passo é desmontar as boquilhas. Em seguida, abra o cabo e separe os fios (são duas cores de cabos), deixando as beiradas completamente desencapadas. Você vai passar cada um desses fios em uma das “casinhas” da boquilha e apertar o parafuso, deixando bem presas. Remonte as boquilhas… e um lado da luminária já está pronto!

Encaixe todos os fios na canopla e repita o processo de abrir e deixar as beiradas desencapadas (seja mais generoso que eu no tamanho… ao menos 8 cm de fio desencapado).

Para facilitar o processo, separe os fios em duplas e una as cores iguais deles (azul com azul… preto com preto)… depois una todas as duplas, juntando todos os fios de mesma cor (azul com azul… preto com preto… bem explicadinho hein!?). Finalize passando fita isolante nessa junção dos fios. O pendente já está pronto!

Use os ganchos para fixar os fios no teto. Eu pintei os ganchos com spray preto para eles passarem despercebidos no teto.

Você pode montar a luminária de várias maneiras! Como ela é descontraída, não tem regra! As lâmpadas vão dar grande parte do charme dessa luminária. Aposte nas lâmpadas de filamento, são as mais bonitas do mercado. Outra ideia é brincar com os formatos das lâmpadas… pode colocar cada uma em um formato!

Para testar se o funcionamento do pendente estava ok e para fazer a instalação no teto, eu acabei pedindo ajuda. Não dá pra brincar com instalação elétrica, isso é muito sério! Então se você for como eu… que até então nem sabia o que era um cabo PP, também peça uma ajuda!

luminaria pendente

 

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Um vício chamado cimento…

Que eu sou apaixonada com cimento queimado não é novidade pra ninguém… mas como eu não sei dosar, agora quero cimento em tudo e pra todo lado, é difícil conter!!! As vezes eu tenho muitas ideias, mas não executo por falta de tempo ou por falta de lugar para “aplicar” as novidades. Eis que… surgiu um projeto bem legal pra fazer, onde a cliente me deu muita liberdade e confiança pra usar a criatividade!

Bolas cimento queimado

Uma das primeiras ideias foi colocar em prática um dos projetos ensinados pelos designers do Decora (sou muuuito viciada neles)… os cabideiros de cimento.

Cabideiro cimento

Para fazer, você vai precisar:

  • Bolinhas de piscina;
  • Estilete ou tesoura com ponta;
  • Mistura para cimento (1kg rendeu 3 bolinhas);
  • Parafusos 60mm e buchas (para fixação na parede);
  • Óleo ou vaselina.

A ideia inicial era fazer 5 bolinhas, mas no meio do processo resolvi seguir só com 3 mesmo… então relevem essas bolinhas extras nas primeiras fotos! Usei um suporte de ovos para as bolinhas não ficarem rolando de um lado pro outro… com ajuda de um estilete (ou tesoura com ponta), faça pequenos rasgos em formato de bola, por onde colocaremos o cimento e o parafuso.

Bolas cimento queimado

Em uma vasilha, misture o cimento até obter uma textura firme e homogênea. Coloque em um saco plástico, amarre e corte só a pontinha… pra transformar o saco em um biquinho para encher as bolinhas.

cimento queimado

Unte o interior das bolinhas com óleo, azeite ou vaselina e preencha com o cimento… vá dando leves batidinhas nas bolinhas para não formar bolhas de ar dentro delas. Em seguida, use um pregador para fixar o parafuso dentro da bolinha (afunde o parafuso pelo menos 2cm).

decorar cimento queimado

Espere secar por 24h e rasgue os plásticos das bolinhas… seu cabideiro já está pronto, agora é só usar a criatividade para escolher onde vai colocar.

bola de cimento queimado

Você também pode pintar as bolinhas ou fazer com tonalidades diferentes de cimento… o resultado sempre é lindo!

luminária pendente como fazer

Detalhes de um projeto feito com muito amor e mão na massa: lustre e cabideiros de cimento.

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Antes e Depois: Reformando o banquinho da infância!

Sabe aquelas lembranças de infância que te acompanham a vida toda? Pois é, quando era pequena, minha irmã tinha um banquinho de madeira feito pelo meu avô que era motivo de discórdia! …só Deus sabe o quanto eu desejava aquele banquinho!!! Não lembro bem pq ela tinha e eu não tinha, e se realmente era só dela, mas um dia chegou a minha vez e meu vô fez um banquinho pra mim tb… o meu foi bem mais moderno e resistente, tanto que está firme e forte nos dias atuais enquanto o dela nem tenho mais notícias (#castigodivino).

Casei, mudei e carreguei o banquinho comigo… mas ele andava meio pra baixo nessa casa em que nada escapa das minhas mãos e idéias!

Aproveitei um dia que fui pro sítio pra colocar em prática a reforma do banquinho, pq pintar uma coisinha ou outra com spray no apartamento até rola… mas um banquinho, o estrago ia ser geral!

Comecei lixando e lavando bem o banquinho… usei lixa d’água numero 180, só pra retirar as imperfeições e coisas não identificadas impregnadas no coitado!

Com ajuda do sogro, arranquei o azulejo mto bem colado por vovô.Em seguida, veio a parte divertida… spray, spray e mais spray! Usei um spray branco como base e depois dei umas 3 demãos de spray amarelo.

Depois de seco apliquei cola branca extra para fixar o azulejo e deixei secar 24 horas… Por fim, só coloquei pézinhos de borracha novos.

O resultado ficou um banquinho mais lindo e moderno ainda!!!

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

A saga do tapete… =(

Era pra ser um post feliz de passo a passo arrasador (já que o blog tá devagar quase parando!), mas como nem tudo na vida dá certo… só vim mostrar minha cagada o resultado pra você não fazer igual!

Sempre que posso, tento deixar os detalhes da casa com mais personalidade… já falei várias vezes que são os detalhes que fazem a diferença na decoração! Precisei de um tapete simples pra minha área de serviço, e depois que comprei, cheguei a conclusão de que era simples demais!rsrs…
Depois de uma personalização super fácil, ele ficou simples, bonitinho… mas ordinário (calma que já explico!)!

...parece que deu certo, mas só parece!

…parece que deu certo, mas só parece!

Talvez eu seja a maior culpada do desastre, já que usei (reaproveitei né!?) um tapete emborrachado, impermeável e que não permitiu uma boa aderência da tinta spray…

Tapete . Fita crepe de várias larguras . Spray

Tapete . Fita crepe de várias larguras . Spray

De qualquer forma, o “espírito da coisa” foi legal e você pode aproveitar o passo a passo em qualquer tapete de tecido ou com material mais absorvente. É só pensar no desenho que vai formar e planejar as etapas. Eu escolhi fazer uma estampa chevron imperfeita (mais fácil!rsrs). Com ajuda da fita crepe fiz as marcações e fui tingindo as lacunas com spray.

Montagem DIY

Ficou pronto bem rápido e achei super charmoso, masssss… a tinta não aderiu direito e o tapete ficou pegajoso, parecendo melado e sempre que alguém pisa, dá uma leve grudada no tapete. Esperei umas 2 semanas pra ver se o problema ia amenizar… e nada! Ou seja, o tapete não vai secar completamente e a tinta e vai continuar grudenta, consequentemente, não deve durar muito tempo… =(
…boa desculpa pra ir pensando em um próximo DIY com tapetes!

Sigam o blog no Instagram: @EUDOUADICA

A reforma do painel de TV

O painel do quarto de TV já existia quando me mudei para meu apartamento. Gostava dele, mas só gostava… algumas vezes, achava que tinha mistura demais, outras, que tinha cor de menos… enfim, até descobrir o que eu queria, ele chegou a ter até papel de parede!

Reforma Painel

Fazer outro painel e descartar este, estava fora de cogitação, então a primeira ideia foi colocar um papel de parede no fundo pra dar outra vida ao painel. Gostei muito do resultado, mas a mistura do papel com as cores da madeira e portas pretas ainda me incomodava… e devido ao fato de ter colado o papel em uma superfície que não absorve a cola de papel de parede, o papel começou a soltar com pouquíssimo tempo.

Papel de parede

Por fim, decidi que tinha que mudar ele radicalmente ou ia continuar nessa “lenga” de gosto mas não gosto!

Detalhe Painel

Resolvi usar o mesmo tipo de tinta que usei para reformar meu buffet (aqui). A tinta epóxi adere bem às superfícies do tipo laminados e fórmicas. Escolhi uma cor fendi (cascalho da Suvinil) para deixar tudo bem suave e combinar com as portas, pois elas são de vidro laqueado e é mais difícil alterar isso!

Tinta epoxi

Para o fundo do painel escolhi colocar piso vinílico imitando madeira, usando cola de contato. Escolhi uma madeira meio rústica e mais clara, pois o painel e a sala não são grandes… não queria escurecer muito!

Piso Vinilico

Colar tudo certinho é um pouquinho trabalhoso, tem que planejar bem para não ficar torto, tem que fazer aos poucos pra cola de contato não secar demais, tem que cortar as lâminas para ficar no tamanho certo do painel… nada que um pouco de paciência não resolva!

Painel Madeira

O resultado me agradou bastante e até o momento não penso em mudar!rsrs…

Antes e depoisOBS: essa é a mesma sala da parede de cimento queimado… e já já vem mais uma parede nova por lá!

Sigam o blog no instagram: @EUDOUADICA

Pintando Fórmica: cara nova para o Buffet!

Um tempo antes de casar, uma tia avó estava se desfazendo de uns móveis, eis que me apaixonei por um Buffet com pézinho palito que estava prestes a ser eliminado! Naquela época eu nem sabia… mas era apenas o começo do meu vício por móveis e td mais que pudesse ser reformado!

A foto está péssima... mas foi a única que encontrei dele em sua antiga casinha!

A foto está péssima… mas foi a única que encontrei dele em sua antiga casinha!

Dei um jeito de levar pra casa do então namorado e por lá ele ficou até eu conseguir um destino digno pra ele! Casei, mudei… pensei bastante e no fim das contas, cheguei a conclusão de que o Buffet não caberia no meu apartamento. Consegui superar e seguir em frente na decoração… até que um dia, procurando um rack pra colocar as coisas da TV da sala, me veio um estalo… ao invés de rack, o buffet!!! Quem falou que minha casa tem que ser normal?

Antes e Depois
Passo seguinte: a reforma. O buffet tava meio caído, adoro estilo vintage, mas estilo vintage é uma coisa e um móvel velho e maltratado é outra! Se ele fosse ficar mesmo, tinha que se adaptar aos tempos modernos!rsrs…

Pintar Fórmica

Pesquisando ideias pela net, encontrei esse post da Thalita (aqui) explicando como pintar fórmicas… ela contou que em umas 4 horas a cozinha dela virou outra, foram 2 demãos e pronto! E eu inocente pensei: poxa, que simples… Vou fazer! Comprei a tal tinta epóxi na cor amarela, o rolo apropriado, uma lona pra não pintar a casa toda… e fui toda feliz! Tão empolgada que nem prestei atenção que o armário da Thalita era rosinha claro e o meu marrom escuro! Só por esse “detalhe”, foram umas 5 ou 6 demãos a mais que a dela, e quase 3 dias pra finalizar tudo (tem que esperar secar entre uma demão e outra)… mas valeu a pena!

Reforma Buffet

Os pézinhos do Buffet não estavam combinando com o ar descolado do móvel, estavam bem arranhados e enferrujados. Pra não ter que trocar todos e ficar louca atrás de alguém que fizesse exatamente como eu queria… encapei todos os pés com sisal (usei cola branca extra pra fixar)… ficou um charme!

Pintando Fórmica

Por fim, mandei fazer um tampo de vidro simples para proteger a parte de cima do Buffet e optei por retirar uma das portas para poder colocar uma das caixas do home theater. Como a madeira do interior dele não era das mais bonitas, forrei o interior da parte aberta com papel de presente.

ReformaFica aqui mais uma dica para inspirar e mostrar que reaproveitar sempre vale a pena!

Reforma móvelSigam o blog no Instagram: @eudouadica

Como fazer: Parede de Cimento Queimado

Há mto tempo estava louca pra fazer uma parede de cimento queimado no quarto de TV… pesquisei MTO do assunto, pedi opiniões, assisti vários vídeos pela internet e por fim… cheguei a conclusão de que o melhor custo-benefício e praticidade seria o texturato especial da Suvinil. Essa “mistura” é fácil de encontrar e vc escolhe a cor que quer aplicar. Eu escolhi prata envelhecido pq foi a cor que vi aplicada e gostei.

Suvinil

Esse vídeo (aqui) foi o que mais me deu coragem pra arregaçar as mangas e fazer td sozinha… mas a diferença entre expectativa e realidade foi quase cruel!!! Por vários momentos entrei em pânico e tive certeza que não ía prestar… até chegar ao resultado final, foram momentos de tensão!rsrs…

Antes e Depois

Começando com a aplicação… eu nunca tinha usado uma desempenadeira (a indicação é para usar desempenadeira com cantos arredondados), foi complicado pegar o jeito de aplicar e acertar a quantidade de massa! …parecia tão fácil com o moço fazendo =(

DIY

Continuando na aplicação, veio a segunda dificuldade, deixar td bonitinho entre uma emenda e outra… foi um tal de arruma aqui estraga ali que me fez sofrer bastante!

Passo-a-passo

Chegando na ultima parte da parede percebi que a massa já estava bem abaixo da metade e td indicava que não ía dar… desespero generalizado! Aí o marido entrou em ação pra me salvar… conseguimos finalizar a parede, mas tivemos que raspar o fundo da lata (ele conseguiu espalhar bem mais a massa e não teve o menor cuidado de deixar as emendas uniformes).

Concreto Aparente

…24 horas depois da aplicação, é hora de lixar só para tirar as maiores imperfeições (não é pra deixar td liso!)… essa parte é trabalhosa mas pelo menos já estava planejada! Nos vídeos que assisti, todos recomendavam passar uma cera incolor depois de lixar a parede. Na loja de tintas, disseram que ía ficar mto brilhante, se quisesse efeito de cimento tinha que ser só a aplicação da textura mesmo… confiei neles e nem comprei a cera! Resultado? Completamente sem graça… como que alguém indica isso?

Lixar parede

Decidimos comprar a cera incolor e depois de tanta aflição… uma luz no fim do túnel!!!

Cera Incolor

A parede começou a chegar perto do que eu queria…

Parede Cimento Queimado

Depois de 5 minutos da aplicação da cera era hora de lustrar a parede com ajuda de uma flanela… e depois de muita malhação tentando lustrar td… ficou td manchado!!

Aplicação Cera

Depois disso entreguei pra Deus e larguei pra lá… aí fui percebendo que a parede foi clareando. À medida que a cera vai secando, as manchas diminuem!

Cimento Queimado

Mais uma lustradinha aqui… outra alí… e pronto!!! Parede finalizada com sucesso (ou quase isso!).

Parede Cimento Queimado

Altos e baixos… mais baixos que altos… mas o resultado compensou! Posso ter sido meio dramática e talvez pareça que não estou indicando fazer a parede, mas não é isso… só quero mostrar que mtas vezes os vídeos só mostram as partes boas, mostram pessoas experientes… e para pessoas comuns, pode ser bem mais complicado!

Achei que valeu cada minutinho e sufoco… afinal, virou experiência e prazer ao ver tudo finalizado do jeitinho que queria!

DICAS:

  • Não se preocupe com a emendas ou partes desiguais na aplicação da massa… vão ficar quase imperceptíveis… chego a dizer que serão o charme da parede!
  • Aplique uma camada fina de cera.
  • Depois de aplicar a cera, não precisa lustrar muito, só tire o excesso… as manchas somem qdo secam!
  • Aceite as imperfeições ou pequenos defeitos que possam surgir… afinal, foi vc quem fez e não um profissional, esses detalhes fazem parte de toda “mão na massa”!

Sigam o blog no instagram! @eudouadica